Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!

Notícias

QUADRILHA FURTA TELHADO E MADEIRAMENTO DE CASA EM MACATUBA; JOÃO ZOIÃO PEDE MEDIDAS URGENTES DE SEGURANÇA


Segurança! Esse foi o tema abordado pelo vereador João Zoião (Cidadania) em seu discurso na sessão ordinária do dia 22/08. O vereador compartilhou com os demais parlamentares a reclamação de sitiantes, comerciantes e moradores da cidade que foram vítimas de furto. "Nossa cidade não é mais a mesma. Ultimamente o número de furtos tem aumentado e as pessoas estão inseguras. Precisamos agir e tomar uma atitude", pontuou o vereador. Recentemente João comentou que foi procurado pelo sitiante que relatou o furto do telhado e madeiramento de sua casa em um sítio próximo à cidade. "É um absurdo! Furtaram em uma noite o telhado e madeiramento todo da casa! Isso é uma ação em quadrilha. É um assunto sério e precisamos que a Prefeitura tome providências urgentes. Fiquei sabendo que já é a segunda vez que furtam telhado de casa em nossa cidade", ressaltou.

 RONDA RURAL E URBANA

João apresentou o Pedido de Informação em que solicita informações à Prefeitura sobre o uso da Patrulha Rural, veículo que foi entregue ao município este ano por meio de um pedido dos vereadores junto ao deputado. Além disso, João também questiona sobre a Atividade Delegada e qual está sendo a rota da ronda rural e urbana em Macatuba.

CÂMERAS DE MONITORAMENTO

Uma das ideias debatidas entre os vereadores é para que a Prefeitura verifique a possibilidade de instalação do monitoramento por câmeras nas saídas da cidade. "A pessoa luta tanto para conseguir bens e materiais e aí vem o bandido e leva tudo em minutos. E, lamentável e muito triste. E o bandido continua solto", comenta João reforçando a importância das câmeras de monitoramento interligadas à Polícia Militar. O assunto também foi abordado pelos colegas vereadores Leandro Fogaça e Júlio Saes, que também relataram outros furtos e roubos que vem ocorrendo na cidade.

Segundo informações do presidente da Casa, Júlio Saes, até o dia 19 de agosto foram registrados 23 furtos na cidade. "E tem muita gente que nem faz mais Boletim de Ocorrência porque tem receio do bandido não ser preso e ainda ser perseguido por ele, podendo sofrer novamente furtos", disse João.